1 novembro 2018

Gestão do agronegócio, como otimizar essa tarefa?

Você já parou para pensar em quanto tempo você gasta construindo planilhas do Excel? Ou melhor, quanto tempo a sua equipe perde administrando as suas informações de maneira antiquada, enquanto existem muitos trabalhos importantes a se fazer? Hoje em dia está tudo mais rápido e informatizado, e as soluções para um problema, ou pelo menos a redução da nossa demanda tão grande de trabalho está a apenas um clique de distância, trazendo muito mais agilidade na gestão do agronegócio.

O mercado agrícola atual

Graças ao potencial que o mercado agrícola possui, o Governo brasileiro vem investindo na área nas últimas décadas, implantando alguns recursos como o PRONAF – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar.

Dentro do Pronaf, o Programa Mais Alimentos que ajuda os produtores da agricultura familiar a investir em suas propriedades na aquisição de novos equipamentos e implementos agrícolas.
Esses programas oferecem financiamentos para alavancar a produção, bem como o Pronaf Agroindústrias, que financia o melhoramento de indústrias que produzem produtos provenientes da agricultura familiar, para incentivar o crescimento do setor agrícola e cada vez mais transformar propriedades rurais em potências de vendas do ramo agrícola.
O mercado agrícola se mostra cada vez mais forte, no entanto, esta característica faz com que o público que se dedica a este ramo se torne cada vez mais exigente na gestão de suas empresas, pois este segmento possui uma demanda de trabalho cada vez maior.

Da mesma forma acontece com a questão dos clientes, que estão cada vez mais atentos com esta prestação de serviço, sempre dando preferência a empresas que fornecem os produtos com mais agilidade e qualidade, especialmente se aliados a tecnologia e inovação.

O setor agrícola possui uma grande área de abrangência, considerando que muitos produtores rurais brasileiros exportam sua mercadoria para outros países, como por exemplo, a Argentina e os Estados Unidos, o que faz com que a tecnologia se torne uma grande parceira na hora de realizar esse tipo de transação. Você está preparado para conseguir atender todas essas exigências? Você sabe por onde começar?

A ascensão dos números no agronegócio nacional

As empresas voltadas à agricultura estão em ascensão, apesar da crise estar atingindo vários setores, ela passou longe das agroindústrias. O ano de 2018 não poderia ter um clima mais propício para a colheita, a safra superou todas as expectativas, e mais uma vez a agricultura vem ajudando a economia brasileira a se desenvolver cada dia que passa mais forte.
Trabalhar no setor agrícola é muito diferente do que era até pouco tempo atrás, por conta do aumento da competitividade no segmento, as propriedades rurais parecem mais empresas do que fazendas.

O agronegócio é indispensável não só para a economia do Brasil em matéria de lucratividade financeira, já que é com ele que a nação se mantém alimentada em todos os sentidos, nosso país possui solos ricos, férteis e propensos a plantação das mais diversas culturas.

Assim, a agricultura se mantém em alta em todas as estações, como por exemplo o soja, que no início do ano tem sua safra, e mais adiante a “safrinha” em alguns estados como Mato Grosso, logo atrás vem a safrinha do milho que também gera um renda extra ao nosso país.
E possuímos também o trigo, como uma das culturas de inverno. Assim como na produção de outros cereais que o Brasil é referência em produção e também em exportação.

Como melhorar o desenvolvimento do meu agronegócio?

Considerando que o produto dos agricultores passa por diversas etapas até que se encontre pronto, desde a fertilização e preparo dos solos, a plantação, a pulverização de toda a área plantada, depois é necessário irrigar, proteger com o uso de defensivos e ainda alimentar o solo com a ajuda dos fertilizantes agrícolas.

Por fim, chega a hora de colher tudo o que foi semeado, fazer com que o produto seja armazenado, distribuído e em alguns casos ainda exportado, para que depois o processo seja iniciado novamente, o trabalho nunca acaba, pois há pouco tempo entre uma safra e outra, por isso deve ser evitado ao máximo que um minuto sequer seja desperdiçado.
Este processo por si só é demorado e cansativo e para que seja realizado com sucesso, sem erros, surpresas ou dores de cabeça futuras, é fundamental que as empresas agrícolas possuam a ferramenta certa para auxiliar nesta jornada.

Usar procedimentos antigos e manuais não significa que os resultados serão sempre negativos, no entanto, eles são muito limitados se comparados aos novos avanços tecnológicos, especialmente em relação a softwares, que por si só já trazem inúmeros benefícios provenientes desta tecnologia, considerando que a maior parte dos setores mais digitalizados do país possuem maior rentabilidade.
Você acha que consegue fazer a gestão do seu agronegócio sozinho? Se você acha que não, tudo bem, existem várias ferramentas de auxílio, especialmente de gestão organizacional.

Avanços tecnológicos no setor agrícola e ferramentas de auxílio na gestão do agronegócio

Houve uma época, não muito distante dos dias de hoje, que a sociedade associava a agricultura como algo rústico e desatualizado, no entanto, a agricultura de precisão, hoje é um ótimo exemplo de como a tecnologia está presente no campo.

Este é mais um motivo para que os outros ramos do seu agronegócio também sejam automatizados, e sempre atualizados, grande parte dos produtores rurais hoje conta com essa tecnologia que aliada ao GPS, mapeia cada centímetro das propriedades rurais. Se você quer o melhor para o seu solo, o melhor fertilizante, a melhor semente, a agricultura mais precisa, porque não quer o melhor também para a administração da sua empresa?
Os sistemas de gestão para empresas agrícolas:

Imaginar que existe um software completo, e que dentro dele o usuário encontre absolutamente todas as informações que precisa, desde o cadastro dos clientes, às informações do setor financeiro e de logística de distribuição, relatórios de quanto já foi colhido, quanto foi vendido, quanto a armazenagem de grãos, este software que engloba tudo o que precisamos existe e é conhecido como ERP (Enterprise Resource Planning).

Em uma tradução livre significa Sistema Integrado de Gestão Empresarial, que como o próprio nome já diz, ele integra todas as funções de organização e administração que possuem dentro de uma empresa, facilitando a busca das informações da instituição, que estão armazenadas de forma segura neste software.
Antigamente, as pessoas acreditavam que para ser um bom profissional do campo, era necessário entender apenas de solos, culturas, o clima e a época propícia o para o plantio ou a colheita. Mas nos dias de hoje, isso por si só não é suficiente para o mercado agrícola.

Mesmo que o agronegócio tenha inovado muito nos últimos anos e possui muitos recursos tecnológicos, estando sempre em constante crescimento e desenvolvimento, é necessário possuir uma carta na manga frente à concorrência, independente da área de atuação.

Para se ter um diferencial é imprescindível que a empresa possua um bom gestor, e que o mesmo esteja aliado um excelente software de gerenciamento, para cuidar da administração, financeiro e comercial destas organizações, com agilidade e precisão nessas informações.
A melhor forma de crescer no mercado é se adequar a ele, e a resposta para uma adequação eficiente é a tecnologia.
Você não quer ficar para trás, não é?

Até pouco tempo atrás, apenas grandes instituições possuíam um software de ERP, mas com a globalização e a tecnologia invadindo cada vez mais a vida das pessoas e trazendo todo o tipo de facilidades, o Sistema Integrado de Gestão Empresarial se popularizou dentro de empresas dos mais diversos tamanhos, segmentos e em todos os cantos do mundo.

Isso ocorre especialmente em áreas que se encontram em expansão, como a agricultura e a pecuária, que além do crescimento constante, e mesmo que várias áreas do comércio fiquem para trás, o agronegócio sempre se manterá firme, já que todos precisamos nos alimentar, e precisamos também de materiais como o algodão para a confecção de roupas e demais produtos indispensáveis.
Mesmo em produtos industrializados e processados, a base deles vem da agricultura e pecuária, mas uma boa produção traz ainda mais lucros se aliada a uma boa gestão, segundo dados da Fundação Getúlio Vargas, pelo menos 7% do aumento no faturamento de grandes empresas do país vêm da utilização de sistemas de tecnologia da informação.
Além desse aumento nos lucros, a implantação de um Sistema de ERP na sua empresa traz ainda mais benefícios.

 

12 Benefícios ao adquirir um ERP para Agronegócio:

 

Existe um incontável número de vantagens para uma empresa do ramo agrícola possuir um sistema de gestão, dentre eles estão:

1. Minimização de desperdício:

Que empresa não quer economizar dinheiro? Com algumas funções do ERP, como a de controle e administração de estoque, bem como um relatório completo das vendas realizadas, o usuário tem controle total sobre o sua mercadoria, evitando perder seu produto ou realizar gastos desnecessários.

Aos que trabalham com grãos, o software mostra o saldo do silo, de quantidade grãos comprados, vendidos, quem está devendo e o saldo final dos valores. Avaliado em longo prazo, este sistema trará apenas nesta primeira função lucros significativos para a empresa, ou pelo menos a diminuição de gastos obsoletos e desperdícios.

2. Centralização de informações:

Com a utilização de um ERP, todas as informações podem ser encontradas em um só lugar.

Não é necessário buscar em arquivos físicos cheios de pó, as informações que lá foram armazenadas nos anos anteriores, pois esses dados estão a um clique de distância de você, o que libera espaço físico para empresa, dispensando papelada, gastos com impressões e afins.

Caso um dos computadores estrague, esses dados não serão perdidos, pois estes podem ser acessados de outro computador, e estarão para sempre gravadas no Sistema de Gestão Empresarial, trazendo mais segurança para o que quer que você queira armazenar no sistema.

Tendo acesso a todos esses campos, o proprietário da empresa tem controle total de todas as operações e informações, tendo uma visão mais clara e ampla do próprio negócio, visualizando onde estão os erros e carências que merecem maior atenção, para que as falhas sejam corrigidas de maneira mais ágil e efetiva.

Muitas vezes os empresários se sentem longe das operações da sua própria empresa e com o auxílio de um ERP, você tem acesso total a todos os setores, no mesmo lugar.

3. Controle sobre operações de vendas:

O ERP pode ser controlado da palma da mão, quando acessado de um smartphone o usuário consegue acompanhar o andamento da empresa de maneira completa, e ter ao alcance das mãos dados corretos de produção dos pedidos.

Além de saber quanto insumo há no estoque da fazenda, da distribuição dos grãos produzidos, por meio da função de logística é possível ter controle da frota de veículos, onde ele se encontra e com qual motorista.

Esse apanhado de funções faz com que o número de erros, falhas e atrasos seja minimizado quase completamente, podendo controlar essas informações de qualquer lugar que possua conexão com a internet, e fazendo com que o produto seja entregue mais rapidamente, e que a frota seja organizada com mais precisão, até mesmo viagens desnecessárias podem ser evitadas.

Mas principalmente monitorar as vendas, que são a maior fonte de lucro de qualquer negócio.

4. Redução do uso de planilhas:

Quando o número de transações da empresa aumenta, o número de planilhas de controle cresce na mesma medida, o que pode causar confusão em quem constrói esse material, bem como, tomar muito tempo nesta atividade que pode ser completamente automatizada.

Se essas informações forem armazenadas de maneira digital, os índices de falha humana serão minimizados drasticamente, além de direcionar para um único lugar o conteúdo de diversas planilhas, facilitando a busca por essas informações e a emissão de relatórios gerenciais.

Além disso, ninguém está livre de perder um documento em Excel, já imaginou a catástrofe que seria se as suas planilhas se perdessem levando junto com elas todos os dados da gestão do seu negócio? É ruim só de pensar em uma situação como essa, mas se suas informações estiverem seguras em um ERP, não há como perdê-las.

5. Credibilidade nas informações:

O Sistema de Gestão Empresarial é preciso e disponibiliza informações de maneira fácil, rápida e clara, na análise e no controle de dados comerciais, como vendas e estoque, contábeis, financeiros, administrativos e fiscais.

No entanto, é importante que os usuários mantenham as informações atualizadas, como por exemplo, se um insumo é comprado, ou se está em falta, é imprescindível que o sistema seja informado, para que os relatórios quando solicitados, sejam gerados com dados precisos sobre cada setor e suas necessidades, se usado corretamente os erros são evitados.

6. Aumento no faturamento da empresa:

Ao deixar de lado as operações rotineiras que o Software passa a realizar automaticamente, as empresas e seus proprietários têm mais tempo e energia para cuidar de sua administração e finanças, o que faz com que o empreendimento aumente sua produtividade, desempenho e consequentemente o lucro.

Deixando de lado trabalhos manuais desnecessários, e perdendo menos tempo na hora de buscar informações importantes, e dando espaço para a empresa focar no que realmente interessa, como por exemplo, criar novas estratégias de venda e dar mais atenção aos clientes.

Afinal, porque quebrar a cabeça com planilhas gigantescas e sistemas de busca de arquivos falhos, se tudo pode ser realizado em questão de segundos?

7. Melhoria na Comunicação e independência de informação entre setores:

Já que todas as informações de gestão são encontradas em um só lugar, a comunicação entre os monitores e o gestor melhora, cada setor possui acesso aos menus que contém informações do seu segmento de trabalho, como por exemplo, os colaboradores do setor financeiro, do setor de administração, do setor de logística e assim por diante.

Cada área da empresa atualiza o sistema com os dados que lhe competem e quando necessitam gerar um relatório, encontram as informações rapidamente.
Com tudo ao seu alcance, os profissionais realizam seu trabalho de maneira mais rápida, com mais qualidade e com independência de informação entre os setores. Facilitando a gestão do agronegócio em grande escala.
E dentro de cada departamento, um funcionário pode ter acesso aos dados lançados pelo colega de maneira simples, apenas buscando no sistema, ao invés de ter de solicitar e esperar, o que prejudica o andamento do trabalho internamente no setor.

Essa função é fundamental para acabar com uma da principais preocupações dos empresários do ramo agrícola, que é a frustração em relação ao planejamento orçamentário, já que até o momento a gestão do agronegócio era realizada por meio de planilhas ou de sistemas que não se comunicavam entre as áreas fundamentais, como o financeiro (contas a receber e a pagar) e o setor de compras.

Isso resulta em uma enorme dificuldade para reunir informações financeiras, contábeis e fiscais, nesta etapa que se vê a importância de centralizar todas essas operações, e minimizar o tempo gasto nessas atividades triviais cotidianas, realizando a gestão do agronegócio de maneira efetiva.

8. Atendimento ao cliente com mais qualidade:

Quando uma empresa possui um ERP, o seu atendimento ao cliente melhora, já que a instituição possui as informações dos seus consumidores sempre à mão, tendo os dados pessoais e as necessidades gravadas no sistema.

Este agronegócio tem mais tempo de construir relações interpessoais com os clientes, com essa proximidade e atenção faz com que aumente o número de vendas e a qualidade no relacionamento entre empresa/cliente.

Se já faz algum tempo que o cliente não negocia com a empresa, é possível identificar a data do último contato, para se ter um controle dos clientes ativos, e poder ir atrás daqueles que estão afastados e trazê-los de volta.

Afinal, todos sabemos que é mais barato manter um cliente antigo do que sair em busca de novos.

9. Planejamento Estratégico:

O planejamento estratégico é indispensável em todas as empresas independente do segmento, assim como também no agronegócio, especialmente para empreendedores, no entanto, a maioria dos empresários do ramo agrícola deixa de lado essa parte mais teórica do seu comércio, o que pode acarretar em graves consequências.

Com os relatórios que o software gera, o empreendedor do agronegócio, poderá se planejar vendo o que foi desperdiçado, onde oportunidades não foram aproveitadas e que erros foram cometidos.
Com essas informações, é possível construir gráficos para que estas falhas não sejam repetidas, para que a cada safra, os prejuízos sejam minimizados e os acertos sejam repetidos em proporções maiores alavancando cada vez mais a lucratividade do negócio.

Uma empresa com um planejamento estratégico forte e bem-estruturado está sempre um passo à frente das demais.
E não esquecendo que o planejamento é mais relevante para tomar decisões assertivas, esta investigação é um bom começo para elaborar um projeto que quando colocado em prática se torna mais efetivo.

Você já começou a planejar seu próximo passo? Aqui nós temos algumas dicas de como alavancar o seu agronegócio aproveitando todas as ferramentas que o ERP fornece.

 

10. Diminuição de gastos com mão-de-obra:

Tendo em vista que todas funções da empresa referente a gerenciamento de dados podem ser realizadas de forma informatizada, rápida e simples, assim o trabalho que outrora necessitava de vários colaboradores para ser realizado, poderá ser feito por um pequeno número de pessoas por setor, e a ocorrência de falha humana é minimizada significativamente.
Manualmente por meio de tabelas do Excel e programas afins a empresa ficava mais vulnerável a enganos, e podem ser fatais para se manter um bom gerenciamento do negócio.

11. Competitividade no Mercado:

No cenário atual do agronegócio, a cada dia surge um novo concorrente em potencial, as plantações estão crescendo e produzindo cada vez mais, e com esse crescimento abrupto, essas propriedades se tornam um campo minado para bons negócios, já que a economia nacional gira em grande parte em torno desse setor extremamente competitivo e promissor.
Aí está a necessidade de se ter um sistema que agiliza e auxilia na tomada de decisões eficientes e inteligentes, no menor espaço de tempo possível, visando sempre o melhor resultado, 24 horas por dia, 365 dias por ano, ficando sempre um passo à frente da concorrência.
Com a automatização das funções administrativas da sua empresa, é bem mais fácil chegar no topo, deixando para trás concorrentes de qualquer tamanho e potência.

Uma gestão do agronegócio de qualidade, é percebida pelos clientes, que optam por uma empresa melhor administrada.

12. Desenvolver pensamento a longo prazo:

É imprescindível que os empresários contemporâneos não planejem apenas estratégias imediatistas, e sim vejam as possibilidades de forma ampla e sempre visando obter os melhores resultados a longo prazo.
Por isso, a implantação de um ERP por si só é um investimento, os lucros significativos com esta aquisição não aparecerão do dia para a noite, por isso é necessário ter cuidado na hora de escolher a empresa que irá oferecer este serviço para a sua, já que as duas instituições estarão trabalhando juntas por muito tempo.

E alguns critérios, como experiência, bom nome na praça, boa estrutura e suporte oferecido aos usuários, são cruciais.
Pesquise se o sistema que esta empresa oferece possui o melhor custo-benefício de acordo com as necessidades do seu negócio, e que ele esteja em constante atualização tecnológica.
É importante ter cuidado para não correr o risco de comprar um Sistema para Gestão do Agronegócio e em pouco tempo ele ficar para trás e não acompanhar o desenvolvimento tecnológico, escolha um modelo que esteja sempre em processo de melhoria, proveniente de uma empresa que acompanhe as mudanças e avanços do mundo digital.

Com o tempo, se utilizado de maneira correta e aproveitando ao máximo todas as suas funções, e se o seu ERP for de qualidade, vindo de uma empresa que cumpra todos os critérios citados, ficará muito fácil acompanhar o seu rendimento.

Ter um sistema para gestão do agronegócio é uma nova carta na manga da agricultura brasileira, para se equiparar aos concorrentes ao nível global que há muito dominam essas técnicas de gestão empresarial.
Estas informações ajudam desde a execução da produção do agricultor, até o planejamento do engenheiro agrônomo, sabendo que as informações são preciosas para ele desenvolver o seu trabalho com mais facilidade e qualidade incomparável.
Mas é fundamental saber usá-lo para que o sistema seja realmente efetivo.

ERP360Agro

Agora que você conheceu um pouco mais sobre ERP, bem como a utilização dele no agronegócio, conheça também o ERP360Agro da Ren9ve Softwares.
Nosso sistema é um perfeito para gestão do agronegócio, sendo uma das poucas empresas no país que fornece este serviço em um módulo único para este segmento. Seja você um profissional que comercializa grãos, sementes, agropecuária e defensivos, ou até mesmo seja uma concessionária de máquinas e implementos agrícolas, nosso ERP pode lhe ajudar em qualquer situação.

Ao adquirir o ERP360Agro, você está fornecendo para a sua empresa um controle operacional com mais clareza, uma integração interna completa, onde você consegue encontrar em um só lugar todas as informações de todo o seu negócio, além da otimização das operações de ponta a ponta, acessando de forma direta seus dados, aumentando o seu crescimento rentável.

Principais funções do ERP360Agro

Dentre as principais funções oferecidas pelo ERP360Agro está o inventário, que mostra tudo o que a empresa possui em estoque, mesmo que esta instituição possua várias filiais e depósitos, tudo pode ser encontrado na mesma tela, tendo um maior controle sobre a quantidade de produto e o que precisa ser encomendado e reposto.

Na função Compras, acontece todo o controle dos suprimentos do seu negócio. Logística controla as expedições, entregas, rotas, e no caso das empresas que possuem muitos veículos, cuida da frota, quais veículos se encontram na empresa, qual veículo está na estrada e em posse de qual motorista.

Na tela do Financeiro, são gerenciadas as contas a pagar e receber, operações bancárias, a entrada e a saída do dinheiro. Já na área voltada a Contabilidade, é gerenciado o razão, os diários, balanços e orçamentos.

Em Administração e Relatórios, são produzidos relatórios e operações que demonstrem a transparência das ações da sua empresa.
Por fim, Vendas e Relacionamento com Clientes, promove o gerenciamento de todo o processo de vendas, do primeiro contato ao fechamento da venda, além do gerenciamento dos dados do cliente até o suporte de pós-vendas, tendo um banco de dados completos de todas as ações do cliente para a empresa e da empresa para o cliente.
É difícil de acreditar que existe uma empresa que oferece tanta tecnologia e que tenha nascido aqui no Brasil, mas é real. E como a gente faz isso?

Tecnologias que o ERP360Agro oferece

Por meio do programa Action Pack, nós somos parceiros da Microsoft na criação de soluções para as plataformas Windows, SQL Server, ASP.NET, e em tudo o que existe de mais avançado em tecnologia no mundo, para mantermos nossos serviços sempre em primeiro lugar no mercado e atualizados para nossos clientes.

Quando falamos sobre nossa arquitetura, é importante ressaltar que o software é web, ou seja, ele centraliza todas as informações em um servidor principal, que fornece acesso aos terminais (como por exemplo, laptops, tablets, smartphones, entre outros dispositivos digitais…) através da rede local ou da internet.

Na utilização web, o sistema é disponibilizado através de computação na nuvem (cloud) e, um servidor externo, outra opção é servidor local dentro da própria empresa.
No formato web a redução com investimentos já começa com infraestrutura, aumentando a disponibilidade de acesso, por isso que nossa instalação é simples e rápida. Nosso ERP traz mais economia em Hardware, sem necessitar de grandes computadores nem máquinas muito sofisticadas para realizar uma boa gestão do agronegócio.

Funções específicas para o agronegócio

O sistema para gestão do agronegócio ERP360Agro engloba diversos segmentos, desde os comerciantes do setor agropecuário e de defensivos, de grãos, sementes, aos proprietários de concessionárias de máquinas e implementos agrícolas.

Os serviços oferecidos são diversos, como por exemplo, a emissão de receituário agronômico, o livro de registro de agrotóxicos, controle por safras e culturas, além da integração com a Bayer, Basf, Dow, Monsanto e a Syngenta.

Nós ousamos em tecnologia e valorizamos a parte estética de nossos sistemas, nossa Interface foi desenvolvida com o conceito de Web 3.0, oferecendo aos nossos usuários uma experiência única ao utilizar uma interface altamente intuitiva e simples, com recursos eficientes para controles precisos, além de possuir um design leve, altamente funcional e agradável de quem o acessa.
Através da busca rápida pelo nome ou outra informação do cliente no ERP360Agro, você consegue rapidamente relatório constando todos os dados, desde informações como CPF/CNPJ até o saldo financeiro, de quanto a empresa tem a pagar ou a receber, bem como ao cadastrar os produtos, e caso a empresa tenha filiais é possível gerenciar todo o estoque através do mesmo sistema.
O ERP360Agro controla além do estoque principal, estoque disponível e em terceiros, evitando erros na hora da logística, o que consequentemente evita desperdícios também, já que nada será comprado além do que a empresa realmente precisa.

Na área voltada ao Financeiro, é possível gerar boletos e notas fiscais, além de possuir total controle das contas a pagar e a receber, fazer a conciliação bancária, conferindo o quanto foi gasto e em qual despesa para fechar o caixa.
Mas do que vale ter tantas informações sobre a empresa e os clientes se ela não pode ser bem utilizada? Pensando nisso, o ERP360Agro tem a opção de gerar uma Curva ABC, que consiste em avaliar em que perfil determinado cliente se encaixa.

Os critérios usados para esta avaliação são: se o cliente é pontual em pagar o que deve a empresa, ou se é inadimplente com as contas que faz com a empresa e se paga seus débitos dentro dos prazos estipulados.

Assim é possível avaliar quais os clientes que são mais importantes no negócio, para poder focar atenção e energia no que traz mais retorno.
No Painel Financeiro também podemos controlar os cheques, os valores em aberto, descontados ou devolvidos, os títulos em carteira, despesas em cartão e por fim os boletos a serem pagos ou recebidos. No DRE – Contábil, são gerados relatórios sobre a receita gerada pela empresa, mostrando detalhadamente todos os gastos e lucros, demonstrando através de gráficos os indicadores de crescimento que ela apresentou.

Funções específicas para os produtores de grãos

O ERP pode ser usado para o lançamento de pedidos e pedidos de faturamento e ainda lançamento de contrato de compra (CPR). O sistema possui integração com a balança, para controle da pesagem e também realiza contratos de compra, criando saldo para os clientes, além dos contratos de exportação.

Dentro do painel gerencial de controle, é possível cadastrar e acessar o saldo de terceiros, que depositam seus grãos no silo do usuário do software, de compra direta, bem como a movimentação de estoque de terceiros e o saldo total do silo. Nos contratos de venda direta, onde o produtor usa o silo do cerealista e vende seus grãos diretamente para a indústria, tudo isso pode ser gerenciado pelo sistema de gestão do agronegócio.

Para os comerciantes de sementes, o ERP360Agro pode ser usado no auxílio da produção de sementes, desde a entrada das mais diversas variedades, beneficiamento e tratamento destas.
É possível ter controle de lotes, detalhes, germinação, gerenciamento de sementes puras e variadas, efetuar descartes, separar as categorias de cada uma fazendo seu controle por lotes, bem como gerar os termos de conformidade.

Na tela de Atendimento ao Cliente, é possível consultar os pedidos em aberto, quanto o financeiro ainda tem a receber dos clientes, quanto o setor ainda precisa pagar aos fornecedores e o mais importante, o saldo total da empresa.

O ERP gera automaticamente um relatório da Análise de Estoque de Grãos, que resume todas essas informações, mostrando os valores totais que a empresa possui. Assim, você não precisa ficar nadando em um mar de planilhas quase iguais sobre assuntos completamente diferentes e demorando horas para encontrar o que precisa.

Essas são apenas algumas das funcionalidades que a Ren9ve Softwares tem para a oferecer a sua empresa através do nosso ERP360Agro, o nosso sistema para gestão do agronegócio.

Romaneio no ERP 360 Agro

A emissão do Romaneio é obrigatória, todas as cargas devem levar consigo este documento, para facilitar a comprovação do que consta neste transporte, bem como, qual o seu conteúdo.
Esses relatórios até pouco tempo atrás eram emitidos exclusivamente através de planilhas no Excel. O layout dessas planilhas continha os campos necessários para o preenchimento das informações a respeito das cargas.

O problema desta forma de controle, é que assim como qualquer outro procedimento realizado por funcionários, o risco de uma falha humana acontecer e colocar em risco as informações, assim como gerar a necessidade de retrabalho, é muito grande.

Um sistema de gestão empresarial, automaticamente não aceita informações que ele julga inválidas, fazendo com que o número de enganos diminua. Os relatórios gerados por esses softwares são precisos e são emitidos em poucos segundos, assim como os dados de romaneio.

O ERP 360 Agro conta com várias funções para ajudar na gestão do agronegócio, como por exemplo, o próprio lançamento do Romaneio, bem como a Consulta do mesmo, a transferência e emissão de nota.
Ficou curioso a respeito de seu faturamento, lucro e despesas? Quer saber mais? Entre em contato conosco e conheça melhor nosso sistema. Atendemos clientes em todo o Brasil e estamos à disposição para sanar qualquer dúvida que você tenha sobre nosso software. Aguardamos você!

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *