26 junho 2018

Evitar prejuízos no estoque em 6 passos simples

As empresas que conseguem evitar prejuízos no estoque aumentam a eficiência operacional e maximizam o lucro obtido ao longo de um período. Você já parou para refletir sobre a importância que o controle dos estoques tem para o sucesso do seu negócio?

Imagine uma indústria que enfrenta a falta de uma matéria-prima fundamental para o seu processo produtivo e perde dois dias de produção. Ou então um comércio que não possui a quantidade adequada de mercadorias em estoque para atender as demandas dos consumidores e perde várias vendas. Essas são situações que geram um grande efeito negativo nos resultados.

A importância de controlar os estoques

A gestão de uma organização é composta de diversas atividades que estão interligadas entre si, certo? Controlar os estoques de forma adequada é uma dessas rotinas que merece toda a atenção do empreendedor para evitar custos desnecessários e viabilizar o atendimento de toda a demanda.

Uma empresa que investe pesado em Marketing e treina o seu setor Comercial para potencializar as vendas pode ver os seus esforços indo por água abaixo quando os estoques não acompanham os níveis de venda. Da mesma forma, uma outra empresa que gera um grande desperdício de produtos compromete parte do lucro que seria obtido.

Confira alguns fatores que comprovam a importância de controlar os estoques:

6 passos para evitar prejuízos no estoque

Se o controle dos estoques produz todos esses benefícios, a ausência dessa rotina pode gerar diversos prejuízos para a sua empresa. Para ajudá-lo a alcançar os melhores resultados, criamos 6 passos para evitar prejuízos no estoque:

1. Adote um sistema de registro

O primeiro passo para evitar prejuízos no estoque é adotar um sistema de registro para monitorar todas as entradas e saídas de produtos. Uma ótima forma de otimizar esse processo é criar códigos semelhantes para itens da mesma categoria e seguir uma lógica que facilite o entendimento para todos que têm contato com os estoques.

2. Faça inventário periódico

Realizar um inventário dos itens em estoque de forma periódica é muito importante para verificar exatamente quais e quantos produtos a sua empresa possui em estoque – além de avaliar as condições de cada um deles. Procure manter uma rotina de monitoramento físico de todos os itens diariamente e faça um inventário completo com uma frequência pré determinada.

3. Crie projeções da demanda

O controle de estoques é uma atividade dinâmica que deve se adaptar às atividades da empresa. Se em janeiro de 2018 foi necessária determinada quantia de mercadorias no estoque, provavelmente esse número já sofreu uma alteração considerável seis meses depois, não é?

Para evitar prejuízos no estoque é muito importante criar projeções da demanda para preparar a sua organização para as flutuações do mercado. Fique atento aos aumentos (ou diminuições) sazonais na demanda e planeje com antecedência a realização de grandes ofertas ou promoções.

4. Encontre o momento ideal da compra

O simples fato de comprar no momento certo pode ajudar bastante no momento de evitar prejuízos no estoque. Isso significa que você domina exatamente o momento em que deve fazer um novo pedido para evitar que falte produtos para atender o cliente e tenha condições de fazer pedidos maiores – conseguindo preços e condições mais favoráveis.

5. Aplique indicadores de desempenho

Uma ótima forma de avaliar a eficiência na gestão do estoque é utilizando indicadores de desempenho – que servem para facilitar a visualização dos resultados dessa atividade. Veja os principais deles:

  • Giro de estoque: indica o tempo médio que os itens ficam no estoque da empresa;
  • Índice de atendimento de pedidos: indica quantos pedidos são atendidos pelo estoque dentro do período analisado;
  • Índice de perdas, avarias e extravios: indica a quantidade de itens estocados que foram perdidos – contribuindo na identificação de falhas no setor.

6. Utilize uma ferramenta de ERP com controle de estoque

A melhor forma de organizar o controle de estoque é evitar prejuízos decorrentes da sua má administração é utilizar um software que faça a automação das rotinas. O ERP é um Sistema Integrado de Gestão Empresarial que une todas as áreas da sua empresa – incluindo  contabilidade, financeiro, vendas, estoques, relacionamento com os clientes e operações.

Isso significa que você pode conectar a empresa de ponta a ponta e integrar o controle dos estoques com outras rotinas. Ao lançar a nota fiscal de venda de uma mercadoria, essa informação pode ser enviada automaticamente para o controle de estoques e dar a baixa nos produtos, por exemplo.

Você gostou das dicas para evitar prejuízos no estoque? Deseja conhecer melhor os benefícios de um ERP para otimizar a gestão dos estoques da sua empresa? Então conheça o ERP360!

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *