29 novembro 2018

e-Commerce x Market Place, qual a melhor opção?

Por ren9ve em e-Commerce

e-Commerce é a prática de realizar transações comerciais de forma eletrônica, ainda que pareça algo novo esta forma de comércio é consideravelmente antiga, e possui vários adeptos, tanto comprando como vendendo produtos na internet.

 

O primeiro caso de e-Commerce aconteceu em 11 de agosto de 1994, o produto vendido foi um CD do cantor Sting, a negociação foi totalmente online, através de um site chamado NetMarket.

O portal foi criado por jovens formandos da Universidade Britânica LSE, tornando-se a primeira plataforma segura para cadastrar cartão de crédito da história.

Os empresários que vêm apostando neste nicho estão se saindo bem. Hoje qualquer pessoa pode possuir um e-Commerce e vender os mais variados produtos, pois a internet contém vários públicos diferentes, com diversos interesses de compra peculiares, mas é preciso estar preparado para tudo o que você possa encontrar.

Para que a loja virtual se enquadre no perfil de e-Commerce, ela precisa vender produtos de uma única marca, enquanto os sites que integram diversas marcas, são chamados de Market Place, é muito comum confundir essas duas atividades de comércio virtual.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, no ano de 2017 o número de lojas que começaram a comercializar os seus produtos em Market Places cresceu em 15,3%

Alguns optam por utilizar essas técnicas atreladas uma a outra, no entanto, a grande maioria escolhe apenas uma delas.

Tenha em mente que se o produto comercializado é mais genérico, talvez a melhor alternativa seja o Market Place, enquanto se a sua empresa for de um mercado mais segmentado, vendendo produtos menos comuns, o e-Commerce é o caminho, pois, as pessoas irão em busca do seu produto de maneira mais específica.

Uma vantagem do Market Place sobre o e-Commerce é que os clientes voltam ao site mais vezes em busca não só do seu produto, mas de outros, o que gera uma maior visibilidade do que você está vendendo, enquanto o seu e-Commerce ainda não tem um nome consolidado, as pessoas terão dificuldade em encontrá-lo em meio a tantos sites famosos.

O que é Market Place?

Market Place é um site que oferece espaço de venda para várias empresas, podendo ser do mesmo ramo, mas nem sempre ofertando os mesmos tipos de produtos.

Este conceito vem sendo trabalhado no Brasil desde 2012, e tem se popularizando ultimamente. O Market Place do Facebook é um claro exemplo desta popularização, a rede social oferta um espaço criado exclusivamente para compra e venda de qualquer tipo de produto e serviço.

O primeiro caso de Market Place do mundo é bem famoso, o eBay, que em 1995 foi batizado primeiramente de AuctionWeb, seguindo com esta nomenclatura até 1997, quando passou a usar o nome que carrega até hoje.

A plataforma possui vendedores de vários países, em especial nos Estados Unidos, China e Hong Kong. Em 2017, o número de pessoas que passaram a utilizar algum tipo de Market Place no mundo subiu em 15,3%, as expectativas para esses números em 2018 permanecem positivas em relação a este mercado.

Obviamente, o Market Place tem um preço, e pode variar de site para site, de acordo com quanto é cobrado de comissão sobre a venda dos produtos ou pela porcentagem solicitada em cima dos lucros que a marca obteve dentro deste Market Place.

Esse valor também pode variar, em relação ao quanto de publicidade que a empresa pede ao dono do site, que vai veiculando anúncios com a imagem do produto em questão, dando maior destaque em seu site ou até mesmo em alguma campanha de divulgação.

Formas de pagamento pelo Market Place:

Comissão: Geralmente é cobrada por percentual por venda, varia de acordo com o valor, na maioria dos casos é uma taxa fixa que o proprietário do Market Place cobra daqueles que expõe sua marca e produtos no endereço eletrônico.

Freemium: O site não cobra taxas pelo seu uso e nem comissão sobre as vendas, mas cobra certo valor em cima de ferramentas Premium, para os comerciantes que optam por utilizá-las, a cobrança é feita de maneira mensal ou anual.

Os serviços oferecidos podem estar voltados a marketing ou propaganda do produto, bem como, formas de entrega da encomenda para o cliente.

 

Market Place é um investimento, e para saber se ele é o ideal para você é indispensável que ele seja avaliado, que todas as possibilidades sejam analisadas, em todos os ângulos e cenários, sendo de sucesso ou não. É fundamental saber o momento em que a sua empresa se encontra, se é o mais propício e se possui capital para investir neste tipo de ação.

Benefícios da utilização do Market Place:

 

  • Para empresas pequenas, se inserir ao lado de empresas maiores é algo ótimo. Como esses empresários e produtos desta marca chegaram há pouco tempo no mercado, se inserir em um local onde estejam representantes de grandes marcas é muito positivo para a visibilidade dos novatos.
  • Como o site irá possuir várias marcas, os custos com divulgação serão minimizados já que a publicidade e os anúncios são negociados com o dono do site.
  • Por meio desta ação o seu público poderá crescer e se diversificar, já que uma pessoa que ainda não conhece a sua empresa acessa o Market Place em busca do produto sem mirar marca, ou até mesmo algumas que chegam com uma marca pré-determinada, mas acaba se deparando com a sua empresa, seu produto e simpatizando.

 

Desafios do Market Place:

 

  • Quando o site em que você está vendendo os seus produtos não lhe pertence, você se torna dependente do dono deste endereço eletrônico. É uma situação bem delicada, o dono do site pode fechá-lo a qualquer momento e não sobrar mais nada para aqueles que vendiam os seus produtos lá, todos perdem os seus pontos de venda, em especial àqueles que não possuíam um e-Commerce exclusivo.
  • Mesmo que você ganhe mais clientes quando é iniciante por meio do Market Place, você acaba perdendo muito em visibilidade, já que quando uma pessoa compra um produto em determinado site, ela diz que comprou no site, e não menciona o nome da sua marca.
  • Deve-se ter muito cuidado na hora de colocar preço nos seus produtos. Quando uma empresa entra em uma Market Place, se depara com outras marcas maiores, com seus nomes consolidados no mercado e oferecendo a mesmíssima coisa, é muito importante que o preço que você decidir oferecer seja acessível, marcas maiores conseguem baixar o preço, porque possuem mais recursos e na maioria dos casos até lojas físicas.

Desta forma, o Market Place é uma espécie de atalho para o crescimento da sua marca, mas atenção na hora de usar desta ferramenta para que a divulgação da sua marca e das suas vendas não sejam dependentes apenas deste meio.

 

Benefícios do e-Commerce:

 

  • Assim como o Market Place, com o e-Commerce você consegue gerenciar o seu negócio do conforto da sua casa, ou de qualquer lugar que tenha acesso à internet.

Enquanto você está viajando, dormindo, trabalhando em outra atividade remunerada, a internet continua funcionando, e as vendas acontecendo. Todos os dias, seus produtos estão sendo vistos dos mais improváveis lugares do país e do mundo, e novos clientes vão aparecendo.

Além disso, abrir uma loja na internet é rápido e não tem muita burocracia, em poucos minutos ela pode ser criada.

  • No e-Commerce o custo é baixo, pois, não necessita de todos os gastos que uma loja física demanda. Os domínios na internet estão cada vez mais baratos, um ponto muito positivo para aqueles que querem investir no próprio negócio na rede.
  • Uma vantagem que o e-Commerce possui em cima do Market Place é o fato do domínio possuir ao dono da loja, e não a terceiros. Dessa forma, é garantido que ninguém irá tirar o site onde estão suas vendas do ar, a não ser que você queira encerrar o negócio, trazendo mais segurança para você e a sua loja virtual.
  • Destaque total a sua marca e seus produtos, já que o site será voltado apenas aos seus interesses de venda, quem entrar lá interessado em comprar, irá se deparar apenas com sua marca e seus produtos.
  • O e-Commerce também é vantajoso no sentido de dar a sua cara para o seu negócio, o site em que você estará expondo as suas mercadorias, terá o visual que mais lhe agrada, e os seus compradores irão identificar e relacionar o site exclusivamente com os seus produtos, e não com outras centenas de vendedores.

 

Desafios de se ter um e-Commerce:

  • Para se manter um e-Commerce existem dois desafios básicos. O primeiro é a questão da publicidade, que você terá de investir mais em anúncios, já que não terá o Market Place com quem irá negociar as divulgações.
  • O segundo desafio é a questão da manutenção do site, quando o assunto é Market Place, os donos do site cuidam da manutenção do endereço eletrônico, mas se você optar por um e-Commerce terá de “se virar” para cuidar da sua loja virtual.

 

Ficou interessado em abrir seu próprio negócio na internet? Precisa de uma mãozinha nesta etapa tão importante? Nós da Ren9ve Softwares oferecemos uma gama de serviços para ajudar o seu e-Commerce a crescer. Aguardamos você!

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *