30 novembro 2018

6 Dicas definitivas para administrar o seu agronegócio

O termo administração em si, significa executar as ações necessárias para colocar em prática o que foi planejado, da supervisão ou coordenação de uma determinada instituição.

Um dos ramos desta atividade profissional é a Administração Rural, e tem como objetivo auxiliar a todos os tipos de pessoa que tiram seu sustento do campo, à tomar decisões mais assertivas, maneiras de obter mais lucro em seu agronegócio, melhorando sua saúde financeira, sem que o seu produto e sua produção seja prejudicada.

Enquanto o agronegócio é a designação do espaço onde é realizada a atividade da agropecuária, abrangendo tudo o que com ela estiver relacionado, direta ou indiretamente, sendo até mesmo as ferramentas e equipamentos de trabalho, técnicas de manejo e até mesmo os serviços prestados neste segmento.

É um do blocos com mais peso na economia do país, sempre em constante crescimento, apesar de ser também um dos mais antigos ramos econômicos do mercado, ainda existe muitas dúvidas em relação a como administrá-lo.

A busca por inovações tecnológicas dentro do agronegócio está cada vez mais forte, e melhorando de maneira significativa os resultados, quando se utiliza de tecnologias de ponta nas lavouras.

Esse setor pede muito mais do que engenheiros agrônomos ou técnicos para operar as máquinas que cuidam da plantação das sementes, para organizar e gerir uma empresa agrícola.

São necessários profissionais de áreas além do agronegócio, como administradores e demais funcionários especializados em gestão de negócios, para garantir o melhor desempenho e qualidade de serviço da sua propriedade que deixa de ser apenas uma fazenda para ser uma grande potência industrial, na hora de produzir e posteriormente, assim como nas relações com os clientes e fornecedores.

Administrar uma empresa agrícola é muito mais simples do que se imagina, apesar de que muitas vezes possa parecer uma tarefa quase impossível de realizar, especialmente em épocas de safra, quando tudo a sua volta se transforma em correria, o trabalho se multiplica por mil, os prazos vão se encurtando com muita velocidade e parece que em todo o lugar que você olha tem uma atividade da sua propriedade por fazer.

O ramo da agronegócio possui muitos desafios e dificuldades em seu cotidiano, que podem ser solucionadas rapidamente, no entanto, os profissionais desta área já estão tão acostumados em trabalhar com elas, que nunca chegaram a parar e realmente pensar se havia uma outra maneira de realizar o seu trabalho.

Para ajudar você a administrar melhor o seu agronegócio, siga essas dicas indispensáveis.

  1. Tenha um plano de ação completo:

                Essa dica é válida para outros setores além do agronegócio e para que seus objetivos sejam alcançados, é imprescindível saber onde você quer chegar e que caminhos você irá seguir para atingir seu objetivo final.

O primeiro passo neste processo é conhecer muito bem a sua empresa, saber quais são seus pontos fortes, suas fraquezas, quem são seus clientes, qual é o público que você que também se torne seu consumidor, que imagem ela tem no mercado e se ela condiz com a imagem que você quer que as pessoas tenham dela.

Trace quais são as suas principais metas e objetivos, como você pretende alcançá-las e dentro de quanto tempo, quais são as ferramentas que você vai utilizar, quais são as pessoas que vão lhe auxiliar e faça tudo o que você designou que faria para conseguir realizar todos os ítens que você citou no seu planejamento.

  1. Coloque o que foi planejado em prática:

                Ter um belo plano de ação, bem estruturado, cheio de metas e objetivos, com todos os passos descritos nos mínimos detalhes não é o suficiente quando não se tem as ações propriamente ditas.

É inútil planejar e na hora de agir continuar andando em círculos, utilizando-se de práticas que eram feitas antes da adoção deste plano, por isso escolha o melhor caminho que você deve seguir para fazer uma boa gestão do seu negócio, e não o mais fácil.

Baseie-se nos resultados que esta alternativa pode lhe trazer e busque-os, utilizando as ferramentas mais efetivas que você tem ao seu dispor, investindo seu tempo e dinheiro em maneiras de melhorar a sua lucratividade e otimizar seus processos dentro da sua propriedade.

Lembre-se de relatar diariamente as metas que você realizou ou os passos que teve para alcançá-la e se elas surtiram o efeito esperado.

Conte com sua equipe e os incentive para que eles se empenhem tanto quanto você na tarefa de aumentar o faturamento e a produtividade do seu negócio.

Caso surja alguma dificuldade ou obstáculo, encontre maneiras de driba-lo, e também as insira no relatório, para saber o que fazer, caso seja acometido pelo mesmo problema mais de uma vez.

  1. Repita o processo milhares de vezes:

                 Observe com atenção cada passo que você deu durante a execução do seu novo plano de ação, os erros, acertos, pontos que podem ser melhorados, toda atenção é indispensável.

Bons resultados devem ser multiplicados, erros identificados, consertados, e esses caminhos novos devem ser anotados e posteriormente consultados.

O plano estratégico empresarial não pode ser um documento fechado, mas um processo em construção que conta com a colaboração de todos, e em constante renovação de acordo com as experiências da empresa e de seus colaboradores.

  1. Administre seus gastos:

Conheça a fundo o setor financeiro do seu agronegócio e economize sempre que puder. Por menores que elas sejam, corte despesas desnecessárias, elas podem não pesar no momento do gasto, mas futuramente a soma de pequenos custos pode se tornar um valor significativo.

Se eventualmente você sentir dificuldades em administrar suas contas à pagar e a receber e demais despesas, peça ajuda a sua equipe responsável pelo setor financeiro ou seu contador.

Caso você não tenha um profissional lhe auxiliando, contrate, ou busque consultorias financeiras, que vão ajudar você cuidar melhor do seu capital, não perder mais dinheiro e encontrar maneiras de aumentar a receita do seu agronegócio.

  1. Seja um bom treinador para o seu time:

Quando temos bons profissionais nos auxiliando nas atividades cotidianas das nossas empresas, independente do tamanho da sua propriedade ou da sua equipe, o resultados são sempre superiores comparados a empresas que não contam com esse recurso.

É de suma importância que todos estejam bem preparados. Na condição de você realizar a gestão da sua empresa sozinho, ou apenas com a ajuda de sua família, busque cursos e palestras, especialmente nas áreas que você possui mais dificuldade, ou que percebeu que a sua propriedade tem mais carência, conhecimento nunca é demais, e quando aplicados de maneira correta, os lucros são sempre potencializados.

  1. Opte por um sistema de gestão de ótima qualidade:

                Quase 67% das fazendas e propriedades rurais do país contam com tecnologia, desde os seus equipamentos de plantio, colheita, e pulverização, até os softwares de administração e gestão de empresas, segundo dados fornecidos pela Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão.

Seguir todos os passos acima, ter um planejamento e uma equipe treinados e ainda ter que fazer a administração e a organização da empresa de maneira manual, pode ser algo esgotante.

As empresas agrícolas que optam pela utilização de sistemas de gestão, tem preferência por um modelo que seja especificamente desenvolvido para o agronegócio, que possua todas as funções necessárias para a administração desse tipo de estabelecimento.

Quando se investe em um sistema desta natureza, diversos benefícios são agregados, como por exemplo, a própria organização do agronegócio, que passa a ter todas as suas informações em um só lugar.

No controle de fluxo de caixa, é fácil saber com detalhes sobre cada valor que entra e sai da empresa, relatórios dos balanços financeiros, e demais operações relacionadas com o seu dinheiro.

A organização de estoques, entrada e saída de produtos é otimizada, e você tem total controle nas suas mercadorias.

Agora que você já está inteirado das nossas dicas sobre gestão no agronegócio, é só colocá-las em prática na sua propriedade. Não precisa mudar tudo do dia para noite, as melhorias podem ser feitas de maneira gradual.

Assim que começar a seguir as dicas, avalie se elas trouxeram resultados positivos, em que medida e quais as ações que trouxeram mais retorno financeiro.

Se perceber que alguns dos pontos do seu plano de ação não está sendo executado de maneira correta, pare, pense, reavalie e refaça tudo outra vez se for necessário.

Se tiver alguma dúvida, ou precisar de ajuda, pode contar com a Ren9ve Softwares, estamos sempre disponíveis para auxiliar você e sua empresa e oferecer nossas melhores soluções para a gestão do seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *